Regras do Jogo

Regras do jogo:


1) Todo comentário é postado sem censura. Os comentaristas educados, independentemente do tipo ou forma de argumentação, terão todo o meu carinho, consideração e respeito. Igual tratamento terão os espirituosos e de bem com a vida. Os comentaristas inteligentes e críticos são altamente estimulados e gozam de todas as regalias. Note, este é um blog de um Doutor em economia e assim, para os que não se qualificam em economia, prudência e caldo de galinha é recomendável. Mutatis mutantis, se o comentarista apenas utilizar esse espaço para comentários toscos (segundo meu critério, declaradamente subjetivo para evitar delongas literárias) receberá o castigo da réplica impiedosa, invariavelmente acompanhado de um palavrão do momento e todas as outras ofensas que me vierem à cabeça, pois não gastarei do meu colesterol bom ou mesmo do ruim para fins grotescos.


2) Qualquer comentarista pode submeter ensaios e artigos para avaliação e publicação no meu blog que serão tratados segundo meus critérios subjetivos. Se irei publicá-los ou não, neste espaço cibernético, devidamente registrado e catalogado na burocracia igualmente cibernética, é uma outra história. Considerações sobre os mesmos serão eventuais, exceto se me remunerarem devidamente.


3) Como o espaço tem dono, e sou eu mesmo, os incomodados que se mudem ou cliquem em galinheiros de portas abertas e escancaradas.


4) Para todos os fins legais, antecipando-me às quimeras pedestres, declaro que, em segunda instância, o jogo é complicado. Em terceira, esqueça. Só funciona para os mesmos. Assim, proponho de início, tendo em vista os futuros problemas, a conciliação ou 1ª instância. Fora desse quadrado é perda de tempo e dinheiro.

5) A sinceridade é o meu fraco e assim sei que os meus manipuladores habituais freqüentarão o blog, sob o manto do anonimato, para exercício de crítica ou sugestão. Fiquem à vontade, mas as regras acima valem para todos. Isso é o que me recomendou renomada cartomante, com leitura obrigatória do livro Os Manipuladores estão entre nós.




Postagens mais visitadas