Triângulo, o instrumento musical, é simples ou complexo?



Quero compartilhar uma dúvida com os meus dois leitores habituais: é fácil tocar triângulo? Eu, em minha infância brasiliense, tive o privilégio de estudar em colégios públicos, fazendo o meu primário na Escola Classe 308 que também incluía a Escola Parque, que complementava as atividades escolares, com educação física e artística. Na etapa musical, fui brindado com o magnífico instrumento chamado Triângulo. Em minha cabeça enrolada, logo achei que o presente era de grego, imaginando que a professora, por puro preconceito dela, me classificara no rol dos nordestinos. A minha decisão , completamente emocional, foi a de pura e simplesmente abandonar as aulas musicais, elegendo o triângulo como o instrumento musical dos mendigos e pobres de espírito.

Acontece que um colega quer me convencer de que o triângulo é um instrumento complexo. Pra piorar, como instrumento de percussão, acrescenta o amigo musical: garante ao instrumentista uma ótima remuneração, pois o mercado o valoriza tanto quanto valoriza um pianista. Estou conferindo , porque quero me livrar desse trauma, mesmo sabendo que outro preencherá o seu lugar – o de ter perdido uma excelente oportunidade de descolar um ofício rendoso. Por isso, em homenagem ao triângulo , adicionei o vídeo que me foi presenteado pelo querido amigo. E aí: é complexo ou não?






    Comentários

    1. Professor, estou rindo até agora de seu artigo. Gostei do vídeo e de sua explicação para não gostar do triângulo.

      Acredito que pelo vídeo e pelo conheço de vossas opiniões, seu amigo deve lhe mostrar outros vídeos para que você de fato deixe esse trauma.

      O vídeo é legal, mas acho que ainda não lhe convenceu!

      Abraço!
      Sérgio Ricardo

      ResponderExcluir
    2. Marcão,

      Quando puder divulge o meu blog: http://papodeestatistico.blogspot.com/.

      Valeu,
      Ywata

      ResponderExcluir

    Postar um comentário

    Postagens mais visitadas