A onda de manifestação contra o governo tem lógica: a bagunça generalizada!


Não há duvida de que os jovens estão certos em agitar as ruas do Brasil. Lavam a alma do cidadão comum, apartado da politica. Sim, estamos apartados da politica. Sim,  esse isolamento seria, segundo meu juízo ou falta de,  a causa de tantos desacertos que escancaram as ruas exemplificando em seus detalhes a bagunça institucional em que vivemos. Os desacertos políticos. Mas qual seria a causa desse desacerto politico? A resposta também é simples. A politica presente não presta, e os políticos presentes também não prestam. Simples assim.

Tudo bem, sabemos que os políticos não prestam, generalizando porque erro pouco. Mas se os políticos não prestam, qual o canal para viabilizá-los? Os partidos políticos. Isso mesmo. Os partidos políticos tem dono. Os partidos políticos são a fonte da barganha vil que os presidentes eleitos, sob a égide da nova republica, sabem negociar.

Temos que mudar o quadro. A tarefa me parece simples. Inicialmente, precisamos garantir que o cidadão comum possa fazer a politica oficial e legalizada. Basta que consigamos mudar o estatuto legal que proíbe o cidadão sem partido ser considerado elegível. Vamos mudar. Pelo direito do cidadão ficha limpa ser candidato a qualquer cargo eletivo, inclusive o de presidente da república, independentemente de estar filiado a algum partido politico. A luta será difícil, porque os militantes de partidos brasileiros são profissionais e bem remunerados. Nos não. Somos amadores. Mas somos melhores.

Outras propostas os jovens já indicaram nas ruas e deveriam engrossar a pauta de reivindicações. O Senado Federal, por exemplo, um cancro sem cura. Simples a solução: eliminá-lo. Vamos devagar. Mas vamos em frente.


Comentários

Postagens mais visitadas