Ney Matogrosso, em entrevista a um repórter português, escancara a realidade brasileira


Feliz com o depoimento do Ney que verdadeiramente se despe da condição de estrela que é e solta a voz em cidadania legítima. Fala como um cidadão comum e pouco se importa com qualquer tipo de patrulhamento. Lava minha alma, porque sempre Ney me pareceu exceção na classe artística que tudo indica se vendeu aos programas públicos de isenção fiscal e outras regalias inventadas por certos artistas, figuras mesmo. Contava  com a participação dos artistas no cotidiano político e vendo que eles fugiram do palco político que contesta os desmandos e corrupção reles, não pude deixar de render homenagens a Ney Matogrosso. Não acho que a classe artística tenha obrigatoriamente de ser engajada na politica. Mas eles, em passado não tão distante, nos mostraram rebeldia política. Quero crer que aquela rebeldia não era uma farsa. Os tempos certamente são outros. As pessoas,
as mesmas.



Comentários

Postagens mais visitadas